SP Alto Astral: Capital oferece reparo de cadeiras de rodas de graça

A Prefeitura de São Paulo leva para os bairros da cidade serviço gratuito de manutenção e reparos em cadeiras de rodas, órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, como muletas, bengalas e andadores. O projeto Paraoficina Móvel existe desde 2019 e já realizou mais de 19 mil reparos, beneficiando 4.112 munícipes.

Dois técnicos especializados em Órteses, Próteses e Meios Auxiliares de Locomoção (OPMs) da AACD fazem os serviços de manutenção em uma van adaptada com mobiliário e equipamentos específicos para realizar os reparos necessários.

De acordo com dados do IBGE, 18,6 milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência no país, sendo que, desse total, 3,5 milhões estão na cidade de São Paulo.

Os atendimentos acontecem durante a semana, das 9h às 17h, e é necessário que o beneficiário apresente o cartão do SUS e um documento de identificação com foto no dia do atendimento marcado.

O serviço é gratuito e exclusivo para pessoas residentes na cidade de São Paulo que tenham adquirido suas cadeiras e OPMs pelo Sistema Único de Saúde (SUS).  Para agendar o serviço do Paraoficina Móvel, os interessados devem ficar atentos ao cronograma mensal de atendimento ou ligar para o número (11) 3913.4071, disponível diariamente das 9h às 16h30.

Os atendimentos são realizados prioritariamente nos Centros Especializados em Reabilitação (CERs), que são parte da rede municipal de saúde.

Usuária de cadeira de rodas há, aproximadamente, dois anos, após complicações na coluna que comprometaram o movimento das pernas, Helen Silva, 43 anos, já precisou do atendimento do Paraoficina Móvel mais de uma vez.

“Quando ainda usava muletas, precisei fazer a troca das manoplas e encontrei o serviço da Paraoficina Móvel pesquisando na internet. Agendei o atendimento e fui até a unidade disponível na Sé”, conta.

“Depois que passei a usar cadeira de rodas, fui aprendendo a me locomover com ela e as rodas ficaram bambas com o tempo. Procurei novamente o serviço e fizeram a troca das duas rodas dianteiras, o que melhorou muito minha mobilidade porque as novas rodas são mais leves, mais fáceis de manusear e, com isso, consigo me locomover com mais velocidade”, explica.


0

Dependendo da complexidade do reparo, até 16 pessoas podem ser atendidas por dia no Paraoficina Móvel. Em casos de reparos mais complexos, que não sejam viáveis na van, ou quando o usuário necessita de atendimento de reparo de urgência, é possível marcar atendimento diretamente na AACD ligando no mesmo número do agendamento.

Confira abaixo a agenda do projeto para o mês de novembro e os endereços dos Centros Especializados em Reabilitação (CERs):


Posted

in

by

Tags:

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *