Inês Brasil processa Diguinho Coruja e caso avança. Entenda!

Esta coluna descobriu que a divertida Inês Brasil também sabe a hora de falar sério. E, embora alguns possam não saber, foi assim que ela agiu quando procurou a Justiça para processar Rodrigo Valentim Muniz, o Diguinho Coruja, em uma “ação de obrigação de fazer com pedido de indenização por danos morais”.

Segundo os autos da ação, que a coluna teve acesso com exclusividade, o processo é resultado do fato de que Diguinho, durante o podcast Inteligência Ltda., afirmou que Inês Brasil recebeu sexo oral nos bastidores do programa gravado. Ele disse, ainda, que ela teria sido penetrada com os dedos por outros participantes do programa especial de Natal, do Agora é Tarde, nos bastidores e na presença de terceiros.

Além disso, Diguinho Coruja afirmou que a cantora teria atacado sexualmente Murilo Couto quando ele estava no banho, tentando agarrar seu órgão genital.


0

Diante da situação, Inês Brasil acionou a Justiça e pediu uma retratação pública por parte de Coruja, de modo que ele deixe claro que as acusações por ele feitas eram falsas. Em termos de indenização, foram pedidos R$ 48.480.

A grande questão é que, embora o processo date de setembro do ano passado, Inês Brasil só pôde ter alguma alegria recentemente. Isso porque apenas em 27 de setembro deste ano ela pediu ao juiz para juntar o resultado do “aviso de recebimento” confirmando que Diguinho foi encontrado e citado sobre os fatos.

Agora, o processo poderá caminhar mais rapidamente, já tendo, inclusive, uma data de audiência marcada para o mês que vem.

E aí, será que o tão famoso “grito da pantera de Inês Brasil” também ecoará pelos corredores do Tribunal de Justiça? Vamos aguardar para saber.


Posted

in

by

Tags:

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *